18 dezembro 2006

Salvando Lagoas ou um e-mail cheio de esperança

Hoje de manhã cheguei pra trabalhar e encontrei minha caixa postal cheia de SPAM. Para minha surpresa, dentre anúncios de porcarias que eu nunca vou precisar e um convite para o Encontro Nacional de Nota Fiscal, um artigo de um amigo meu.

Publicado em um revista de meio ambiente, o texto chega a ser poético, se não fosse documental. Paulo Afonso, um jornalista experiente e um ambientalista convicto e praticante tem o dom de transformar em emoção um conjunto de palavras escolhidas cautelosamente.
Vivendo em um lugar hostil e de onde a maioria sai com tristeza, ele consegue a proeza de nos mostrar como lá pode ser um bom lugar pra se viver. Como existe esperança e beleza até mesmo no desespero, na pobreza e na isolação. Tenho orgulho de ter conhecido e poder chamar este maravilhoso ser humano de amigo.

2 comentários:

Paulo Afonso Cavalcanti disse...

Eita! Assim você acaba comigo. Sou assim, escrevo, escrevo, escrevo. Há outras coisas a fazer. Páro de escrever. Mas aí chega um comentário como este seu e tenho que voltar, pois você me faz acreditar que escrevo. Seu incentivo, sempre presente, foi sempre fundamental.Eu,Ana, os filhos biológicos e os adotados (kkkk) te amamos. Todos enviam beijos.

Aurileide Alves disse...

Paulo, que seu Blog seja para sempre. Nunca pare de escrever ou publicar seus textos. Serei sua leitora fiel. Abraços.